Bibliotecas Digitais para as Humanidades: Novos desafios e oportunidades

By Dalia Guerreiro and José Luís Borbinha.

Published by Revista Internacional del Libro

Format Price
Article: Print $US10.00
Article: Electronic $US5.00

A investigação, subordinada ao tema “Bibliotecas Digitais para as Humanidades: novos desafios e oportunidades”, desenvolve-se no âmbito do Programa de Doutoramento em Ciências da Informação e da Documentação, na Universidade de Évora.
No decurso desta investigação, far-se-á um levantamento das bibliotecas digitais mais relevantes e constituídas essencialmente por catálogos e coleções de reproduções digitais de documentos manuscritos, códices, incunábulos, livro antigo, cartografia e iconografia.
Serão analisados os seguintes pontos: objetivos e governação; conteúdos e políticas de gestão; tecnologia de suporte aos conteúdos e serviços, especialmente no que se refere às técnicas utilizadas para a gestão dos catálogos, a pesquisa e a recuperação da informação, os formatos dos conteúdos, etc.
O principal objetivo deste projeto é elaborar e propor um conjunto de procedimentos e de boas práticas relevantes para o desenho, criação e manutenção de bibliotecas digitais para a área das Humanidades.
Dado que o objetivo é efetuar uma análise no âmbito do digital para as humanidades (Digital Humanities), pretende-se avaliar a relação e a interação entre os recursos informáticos disponíveis e a pesquisa, a análise, a divulgação e a recuperação efetuadas no âmbito das bibliotecas digitais, incindindo especificamente no âmbito da investigação em ciências humanas.

Keywords: Bibliotecas digitais, humanidades digitais

Article: Print (Spiral Bound). Article: Electronic (PDF File; 1.341MB). Published by Revista Internacional del Libro.

Dalia Guerreiro

Doutoranda Bolseira, Universidade de Évora, CIDEHUS, Évora, Portugal

Dália Guerreiro é licenciada em Física pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, pós-graduada em Ciências da Informação e da Documentação, variante Bibliotecas, pelo ISLA e Mestre em Estudos de Informação e Bibliotecas Digitais. Profissionalmente, integrou a equipa que iniciou e desenvolveu o projeto da biblioteca digital na Biblioteca Nacional e, na DigiCult – Produções Digitais, de que é sócia-gerente, tem realizado a metacodificação e edição digital para as bibliotecas digitais da Universidade de Lisboa e da Universidade de Coimbra, entre outras. Atualmente, como bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia, é doutoranda em Ciências da Informação e da Documentação pela Universidade de Évora, preparando a tese no âmbito das humanidades digitais, orientada pelos Prof. António Calixto, da Universidade de Évora e Diretor da Biblioteca Pública de Évora, e Prof. José Luís Borbinha, do Instituto Superior Técnico.

José Luís Borbinha

Professor, IST / INESC-ID, IST / INESC-ID, Lisboa, Portugal

José Borbinha é Professor Associado do Departamento de Informática do IST e Investigador do Grupo de Sistemas de Informação do INESC-ID. Tem desenvolvido atividade de engenharia e investigação em Sistemas de Informação, em particular em requisitos, modelação, desenho, e integração de sistemas, com ênfase especial em normalização e conformidade. Tem-se focado em contextos preservação digital, em bibliotecas e arquivos digitais. Foi Diretor dos Serviços de Inovação e Desenvolvimento da Biblioteca Nacional, onde lançou a Iniciativa da Biblioteca Nacional Digital. Tem participado e coordenado projetos nacionais e internacionais sobre bibliotecas e arquivos digitais. Foi consultor de programas da Comissão Europeia e da NSF – National Science Foundation (Estados Unidos). Tem sido ainda membro regular dos Comités de Programa das conferências JCDL, ECDL/TPDL, ICADL, RCDL e ElPUB. É membro do Comité Editorial do IJDL – International Journal of Digital Libraires. É membro da Ordem dos Engenheiros (colégios de Engenharia Eletrotécnica e de Engenharia Informática), IEEE - Institute of Electrical and Electronic Engineers, ACM - Association for Computer Machinery, INCOSE - International Council on Systems Engineering, e BAD - Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas. Foi membro fundador do IEEE TCDL – Technical Committee on Digital Libraries, e "chair" eleito entre 2008 e 2010.